Divisão de custos para Concursos é Crime?

Tempo de leitura: 23 minutos


Reviewed by:
Rating:
5
On 11/07/2016
Last modified:06/04/2017

Summary:

Uma lei para ser considerada crime, tem que ser alguma coisa que gere repulsa em um determinado local. Vamos fazer um paralelismo com um crime que está sendo amplamente discutido: O Estupro.

São atitudes que geram aversão no mundo contemporâneo. É mais do que majoritário que a maioria da população em Estados civilizados não concordam com isso, portanto é considerado crime.  Usar a força para praticar vias de fatos libidinosos gera sentimento de repugnância da sociedade Brasileira, é ilegal aos nossos olhos, portanto tem que ser amplamente abortado.

O assassinato até alguns séculos era uma prática comum e até válida nas chamadas Épocas medievais. Onde a força, o poder belicoso e a honra estava até acima da vida. Com o iluminismo, com a valoração do homem, ocorreu mudança desse pensamento e o mundo Europeu como todo começou dar valor à vida. Assim, você matando alguém, sofreria todas consequências das leis.

Nesse ínterim, está provado que a cada 100 concurseiros, 95 concordam com as atividades de divisão de cursos(rateio). Por que isso não é divulgado?É porque os cursos não tem o mínimo interesse que a nação concurseira seja informada. Só por isso, provo com a devida maestria do meu conhecimento, como leitor e conhecedor de direito na qual demonstrei aqui, digo e reitero: Rateio não é crime.

A divisão de custos é essencial para sobrevivência de qualquer curso. Pode gastar milhões de marketing, ter os melhores professores do mercado e uma excelente estrutura, que o projeto não vai para frente, se não ter as divulgação do Rateio. Somos fontes primárias de captura de candidatos para concursos, muitos decidem estudar para Concursos quando vê alguma propaganda nossa.

Todas empresas que tentam toldar esse projeto, não dura muito anos de vida. Vou dar alguns exemplos de empresas que tentaram fazer articulação judicial e estão hoje falidas, os cursos Via Vídeos, Praetorium e Master como exemplos. Hoje já não existem mais e parece que o curso Damásio Educacional está querendo ir para o mesmo caminho.

Se uma empresa no ramo educacional vai “mal das pernas”, tem que sempre procurar culpados. O professor que é sócio da empresa fica desesperado e fica atirando para todo lado para justificar o seu fracasso empresarial e assim não ficar “mal na fita” perante seus outros sócios majoritários.

O Concurseiro Paulista existe desde 2000, somos pioneiros em “rateio para concursos. Antes de nascerem a LFG, CERS e quase 99% dos cursos jurídicos que estão presentes atualmente, o nosso grupo de estudo já existia. Portanto alegar que somos prejudiciais aos cursos, chega a ser blasfêmia e hipocrisia. Eu, Carlos Gusmão, sou colaborador desde 2014, pois o site Concurseiro Paulista me ajudou muito nas minhas aprovações em Concursos Públicos e sou mais um ente e voluntário nesse projeto. Como todo mundo já sabe, somos um grupo de 25 pessoas e colocamos esse projeto para rodar e ajudar você.

Nesse tempo prescricional de 16 anos, foram injetados mais de 300 milhões de reais só por nós e não ganhamos um centavo sequer. A nossa função é gerar liquidez, com isso ajudar os cursos e principalmente os Concurseiros.

 

Vamos fazer tópicos para provar que a minha tese está correta

 

Pioneirismo do curso LFG ao seu declínio

O curso LFG foi criada em 2005 através do empreendedor e professor Luiz Flávio Gomes. A sua função era chegar educação jurídica em todo Brasil, até nos rincões mais remotos. No pretérito, era uma imensa dificuldade em ter acesso a ensino de qualidade, com bons professores e ótimo suporte ao aluno.

O curso foi pioneiro na educação tele presencial no Brasil e na América latina. Ele teve um crescimento descomunal, hoje está presente em mais de 400 cidades Brasileiras e sempre foi referência jurídica para diversos concurseiros.

O LFG ainda é o maior curso jurídico do Brasil, mas a sua captação de alunos têm decrescido a cada ano que passa. O Concurso Público é um meio farto para ganhar muito dinheiro como empresário e sócio de curso, o prejuízo só aparece por erros operacionais, estratégias erradas ou desvio de dinheiro.

Professor Luiz Flávio é um gênio, vendeu um “abacaxi” para Anhanguera, o seu próprio curso em 2008, como os termos gerados por operadores de bolsa de valores: Comprou na baixa e vendeu na alta.

Ele com certeza já sabia que o ensino tele presencial não tinha mais futuro, pois a tendência seria aulas exclusivamente on line, como o curso CERS e tantos outros. O “modus operandi” da LFG é muito custoso, pois há muito gasto operacional e com pessoal em toda estrutura.

Em 2009 a LFG começou a colocar um monte de restrição, antena irdeto para ninguém copiar suas aulas. Foi tantas restrições, que desde esse período, a LFG vem decaindo e perdendo patrimônio. Se eles não deixam os concurseiros fazer cópias, a sua tendência é o seu valor patrimonial decair, decair e até levar a falência. Esse curso está com dias contados, acredito que já em 2017 ou início de 2018 entre em falência se não se re-enquadrar apenas no ensino on line.

Veja no gráfico abaixo:

Image and video hosting by TinyPic

No texto acima, você pode reparar que o curso vem num canal de baixa desde 2009, o que demonstra que está ocorrendo um erro estratégico. Aos meus olhos como empresário e dono de 6 empresas, o curso não tem outra saída a não ser se transformar tudo em aulas on lines. Ao contrário do período de 2005 a 2010 onde poucas pessoas tinha acessam ao computador, e tinha que fazer deslocamento para ir ao curso, gastar passagem e mais alimentação. Quem quer prestar concurso atualmente, que estudar no conforto de sua casa e não perder horas do seu tempo de deslocando para o curso.

Em 2014, o curso preparatório criou uma área restrita para parte on line. Ela foi vista como positiva, pois rompeu o canal baixista preto do gráfico e tocou na barra vermelha, isso foi apenas um folego, mas segue na tendência baixista e dentro de um canal de baixa. A LFG precisa ter uma restruturação de todo o curso, rompendo o canal vermelho e assim seguindo uma tendência altista.

Quer um exemplo de um curso preparatório que está saudável? Olha o gráfico do Estratégia Concursos, olha que coisa linda e tendência de alta.

 

O Estratégia Concursos está no caminho certo, hoje é a empresa mais saudável no ramo concurseiro, não para de crescer e pode ver no gráfico abaixo. Uma coisa que não pode existir de jeito nenhum, é essa papo de justiça e querer processar gato e rato como Ponto dos Concursos e Damásio, pois o caminho será o inferno e a pulverização da marca.

Image and video hosting by TinyPic

No ano de 2012, o curso Ponto dos Concursos fez uma campanha contra a “Pirataria às avessas”, eles tiveram até a inocência de colocar o nome dos rateios no seu próprio site tornando eles mais conhecidos ainda e o tiro saiu pela culatra. Começou a processar todo mundo que fazia rateio ou compartilhava material, gastaram dinheiro advogados e perda de tempo e não deu em nada e nunca vai dar. O engraçado, que não deu certo essa estratégia, com isso um grupo de estudos como nosso que só trabalha com PDFs (que não posso falar o nome), multiplicou a sua relevância em mais de 100 vezes comparando o ano de 2012.

Toda empresa que aciona judicial algum grupo de estudo que é sério, está fadado ao fracasso. Olha o gráfico do Ponto dos Concursos, é só ladeira abaixo desde 2012 e, com isso, o risco é latente e iminente de entrar em falência de uma hora para outra. Esse referido curso tem que ter uma reestruturação urgente e cortar despesas desnecessárias como judiciais que não vai a lugar algum, está mais do que provado e venho aqui dando consultoria de graça para os cursos.

Image and video hosting by TinyPic

Não poderia esquecer do grande curso e muy amigo Damásio Educacional que mandou tirar o meu site do ar. O padrão sempre é o mesmo, quem mete a besta querendo peitar grupo de estudo sério, o destino é o mesmo: chão, chão, chão.

O referido curso perdeu o suporte de uma acumulação (lateralização) de longo prazo da linha vermelha, pode ver que o gráfico em azul. Esse fato acontece no mês de Junho de 2016 na qual o meu site foi removido judicialmente por esse curso, não é coincidência, mas sim análise técnica.Por causa dessa perda desse suporte, nos próximos 4 meses, a captação de alunos vai ter queda de mais de 50%. Vai ser tão forte a paulada na cabeça deles que irão ficar tão atordoados, que esse curso não aguenta mais um ano de atividade, se continuar a fazer procedimento errados.Quem viver, verá.  Image and video hosting by TinyPic

 

Tese número 1 demonstrada com maestria, vamos para próxima, meu caro leitor.

 

Curso CERS com pioneirismo de uma mentalidade exclusivamente On Line

O curso foi criado pelo empreendedor e professor Renato Saraiva ano de 2009.

O ramo de cursos para Concursos Públicos mudou de transição definitivamente para o futuro, assim deixando as amarras do método de ensino Presencial e Tele presencial. O professor Renato Saraiva foi um gênio, pois percebeu que a melhor hora para investir no curso exclusivamente on line foi perante o advento da própria tecnologia. Nesse período foi um campo muito fértil, pois a maioria dos concurseiros de classe média a alta já tinha acesso ao computador e celular com Internet.

O CERS foi um curso que teoricamente demorou para engrenar, pois tinha muita desconfiança dos Concurseiros e até de nós, pois víamos como um curso fraco e sem muito futuro. De tanto clamor de diversos concurseiros, decidimos fazer rateio de bendito curso em 2013 e a trajetória foi crescente, o que se pode ver no gráfico abaixo.

Image and video hosting by TinyPic

Vamos fazer um paralelismo ao homem da caverna. No pretérito eles tinham fartamente a combustão e o comburente, só com isso, eles não conseguia fazer fogo e sempre dependia de um raio para atingir a mata para consegui-lo. Uma tribo isolada descobriu que ficar girando um pau de madeira, cria ignição para conseguir o fogo. Posso parecer meio filosófico ou louco, mas isso se coaduna como os cursos, podem ter os melhores professores(combustão) e a melhor estrutura(comburente), se não tem ignição(rateio), não vai para frente, não vão ganhar dinheiro de verdade.

Com a injeção de dinheiro e com dinheiro em caixa, foi catalizador para o referido curso contratar professores com muito prestígio de outros cursos concorrentes. O curso que mais sofreu com essa debanda para o curso CERS, foi o LFG e, com isso, sofreu um grande baque e tolheu o seu prestígio conquistado outrora.

Os anos foram passando e o curso teve um péssima ideia, querer implementar franquias. Esse sistema está altamente defasado e a longo prazo não vai para frente, mas sim corrói as estranhas de sócios, que geralmente são professores, com enorme prejuízo. Um curso que tem “sócios”, geralmente é constituídos de empreendedores que não entende nada de mundo empresarial, pensa no curto prazo e tem uma fobia de tomar prejuízo e não visa o longo prazo. Aí o prejuízo chega, aí começa a brigas internas, picuinhas, fofocas e querer buscar culpados por sua “santa incompetência”, aí vai ficar gritando pela internet que rateio é crime, patati, patatá, não é amado mestre Professor de Português Rodrigo Bezerra do CERS?

Como muitos sabem, tenho 6 empresas e a 1ª que constituí, levou 3 anos para começar a sair do vermelho e ir para o azul. Foi só prejuízo, decepção, tristeza e hoje domino praticamente sozinho todos esses sites de jogos on lines no Brasil. Por quê deu certo? Persistência, disciplina e o meu gerenciamento de riscos. Pelo menos 90% de sócios de cursos, não entende lhufas de administração, contabilidade e balancear o risco. Professor nasceu para dar aula e não para ser sócio; tem raras exceções como o Professor Renato Saraiva e Luiz Flávio Gomes, o resto é manada, não vale o risco.

 O ensino presencial para Concurso Público é comprovadamente um fiasco, como exemplo o curso CERS tenta implantar esse método de ensino. As salas de aulas estão às moscas, ninguém tempo e paciência para se deslocar para o curso, portanto está mais que provado que esse sistema de aprendizado segue o método lusitano, portanto é velhaco, ultrapassado e antiquado.Pode ver no gráfico acima, foi só criar esse sistema presencial de 2015, e o curso perdeu a sua tendência de alta e está se lateralizando, se persistir no erro, vai seguir tendencia de baixa até zero (falência).

 

Casos de professores que já foram gestores chefes de rateio e consumidores

Ano passado recebi um e-mail de um professor pedindo para eu remover todos anúncios do site Concurseiro Paulista que faça referência do curso na qual ele é professor e sócio.

Até aí tudo bem, perfeito, lindo estão no seu direito “notificar” qualquer coisa que vai de encontro a eles, mas uma coisa me chamou, muita atenção mesmo. Esse professor, que jamais vou falar o nome por motivo de ética, por volta de 2007 a 2009, ele era dono de um grupo de rateio. Tenho provas, tudo documentado aqui, pois adquiria dele através de um grupo do Yahoo que administrava rateio para materiais de estudo.Ele passou no seu Concurso Público e parou de geri-lo, simplesmente deu um “chá de sumiço”.

O Concurseiro Paulista já existia desde 2000, mas eu não os conhecia até então. Eu atualmente sou um dos entes voluntários e faço isso com muito amor, mesmo não recebendo 1 real. Todo mundo aqui é voluntário.

Vamos retornar para a nossa retrospectiva. Esse professor concluiu com êxito o seu curso de formação, pediu para se desligar do seu cargo público e hoje é um dos cabeças de um curso preparatório. Nós temos a nossa ideologia e ninguém do mundo vai tirar, mas esse professor agiu com falsidade, pois não tem decência e pensa apenas no seu bolso e na sua promoção a qualquer custo.

 

No nosso site, durante todos esses anos, teve milhares de aprovados. Praticamente todos professores da nova geração de menos de 40 anos, já participaram do nosso grupo de estudo, isso não é pecado. Está mais do que provado o aluno que é Concurseiro de verdade, se matricula no curso propriamente dito e adquire produtos para grupo de estudo para estudar em casa só para lapidação.

A verdade que não quer calar, e falo por experiência de ex-concurseiro que ninguém é aprovado no seu Concurso só participando de rateio. É preciso sentir a energia dos outros concurseiros em sala de aula ou em uma comunidade gerencia pelo próprio curso on line. Essa sinergia que é catalizadora da sua emoção, raça e sede de ser aprovado, pois assim você verá que não está sozinho nessa luta.

A única coisa que me dá raiva, ojeriza e rancor no meu coração são essas mentiras, falácias que são divulgadas pelo curso que rateio é crime.

Todos professores que não são empresários, tem a sua função única e exclusiva de educar, são a favores do nosso grupo estudos. Muitos deles são clientes nossos fieis até hoje, pois adquirem curso só para obter mais conhecimentos de atualidade jurídicas para ajudar na hora de ministrar as suas aulas e me ajudam fortemente na divulgação, claro que esse apoio não é escancarado, mas sim velado.

Por que não vou desistir dos senhores? Porque o guerreiro de fé nunca gela, não agrada o injusto, e não amarela. (By Racionais MCs). Eu nasci no Capão Redondo em São Paulo e vivi por lá até os meus 15 anos antes de ir para o Colégio Naval e sempre fui ligado ao Rap e, principalmente, ao Racionais MCs, rsrsrs. É só para descontrair e não deixar esse texto tão formal assim.

 

Qual a importância do rateio para os cursos para Concursos.

É extremamente essencial para a sua sobrevivência, pois tem que ter liquidez, forte injeção de dinheiro. Por exemplo, na bolsa de valores, uma empresa que não tem liquidez, ela perde o seu valor de mercado e a longo prazo entra em Recuperação Judicial e posteriormente entra em Falência.

Um ótimo paralelismo em relação à isso, são os cursos tele presenciais. Antes até dava certo, pois dava para fazer cópias dos cursos por satélite e eu intermediava isso com forte injeção de dinheiro de muito milhões de reais e dava liquidez.

Infelizmente hoje em dia isso é uma triste realidade, o curso presencial está fadado ao fracasso. No mundo contemporâneo, temos um bem que é essencial para a nossa qualidade de vida: O tempo. Quanto mais otimizá-lo, melhor.

 

Qual a diferença do falso rateio para o verdadeiro rateio?

Os falsos rateios que são os responsáveis para a criminalização dos verdadeiros rateios que fazem divisão de custos.O verdadeiro rateio é aquele que junta diversos concurseiros em prol de adquirir um determinado produto de um site e que não tem fins lucrativos. No site do Concurseiro Paulista, 100% dos cursos são adquiridos diretamente do site do curso, temos os comprovantes e todos são declarados perante à Receita Federal.

Os falsos rateios são aqueles que compram de terceiros para obter lucros financeiros escusos e ilegais. Muitos leitores podem pensar que isso é crime de pirataria, mas na verdade é um Estelionato, assim, passível de investigação por parte de um Delegado Civil do seu Estado onde esse crime é praticado e não pela pela Polícia Federal. 

As pessoas que adquirem produtos de um falso rateio não estão passível de crime, ela não é considerado crime de receptação para produtos on lines. Nesse caso, quem está praticando atitude ilegal é a pessoa que está se passando pelos cursos e levando as pessoas ao erro de comprar um curso que “aparenta” ser legal. 

Quem pratica esse crime, geralmente vivem dando descontos, promoção para tudo, isso por si já se enquadra em Estelionato claramente, não precisa nem de investigação para estar demonstrado o nexo causal. Eles geralmente demoram para entregar o produto, pois depende de fornecedores sérios para obter o produto e  tem muita reclamação no Reclame Aqui, portanto fujam de falsos rateios.

Crime de Estelionato não existe na forma culposa, sempre tem o dolo. Uma coisa importante observar, as pessoas que cometem esse crime, quase na sua totalidade, não declara o dinheiro que cai na sua conta bancária, portanto responderá criminalmente também por sonegação fiscal. Não vá pensar que tá tranquilo, tá favorável, pois a Receita Federal tem o prazo de 5 anos para exigir o imposto sonegado, além de poder pagar uma multa monstruosa, assim, podendo penhorar patrimônio de pessoas direta ou indiretamente ligadas ao criminoso.

Se a Receita conseguir comprovar que o contribuinte teve a intenção de sonegar o IR e não apenas cometeu um erro, a multa poderá variar entre 150% e 300% do valor devido mais a Selic.O meu conselho que dou para quem pratica essas irregularidades: Saia disso enquanto que é tempo, pare de ficar se passando rico, colocar fotos no facebook que foi para Disney, que foi para Gramado-RS, que é um empresário bem sucedido, magnata, pois a realidade é totalmente diferente no longo prazo.Pare de se enganar, seja honesto consigo mesmo, se tem oportunidade para passar no Concurso Público, estude e saia disso enquanto é tempo.Quando o Estado agir, não vai sobrar pedra sobre pedra, todo cuidado é pouco.

Os Auditores da Receita Federal, representando a Receita Federal são sacanas. Quando faltarem 2 a 1 mês, quiçá dias para prescrever os 5 anos, é onde eles vão te pegar. Essa galera que acha que está “ganhando” grana fácil, vai ver o que é bom para sua carcacinha de estelionato.Em 16 anos de Concurseiro Paulista, já vimos de tudo, aventureiro que já perdeu todo seu patrimônio e ainda ficou em débito mais de 500 mil reais só de multa, rolando juros e ainda ter cerceado a sua liberdade.

As pessoas entram nesse mundo errado, pois é um barato, o dinheiro está entrando fácil. Lembre-se de uma coisa, que dinheiro que entra fácil, sai jorrando.É essa facilidade que é o grande perigo e vai te paralisar, querendo mais e mais dinheiro na moleza. Uma coisa que falo, vá tomar vergonha na sua cara, deixe de ser vagabundo e vá procurar um trabalho honesto no mundo privado ou estude para Concurso Público.Quer nada com a vida, se entregou completamente, nem estudar quer., pois nunca estudou.

Não vá pensando que vai ser só você o prejudicado na parte fiscal, mas também os seus filhos, cônjuge serão responsáveis também pela dívida. Oras bolas, eles não seu herdeiros? Portanto também herdaram suas dívidas.Se você ama o seu filho de verdade e não quer o seu mal é prudente parar imediatamente com essas coisas ilícitas.

Se você não tem lucros como Concurseiro Paulista, declara o imposto de renda e tem os comprovantes gerados pelos cursos de todas compras para fazer rateio, fique despreocupado. Se tiver uma fagulha de irregularidade, irá respingar em você e terá que responder criminalmente.

Falsos rateios são aqueles que o caboclo não tem nem um Blog para passar a experiência em Concursos para terceiros. Geralmente tem conhecimento da língua portuguesa precário e vive sempre enviando e-mail marketing com a mesma estrutura e modelo, para não aparecer os seus erros grosseiros linguísticos. Falo por experiência própria, não vale a pena adquirir nada dessas pessoas, pois o arrependimento virá a galope dentro algumas semanas.

Você que passar num Concurso Público barra pesada como Juiz, Procurador, Delegado e tantos outros de nível mais complexo; você vai confiar nesses sites aí de amadores?Você vai por em risco a sua preparação comprando um lixo?Isso quando eles desaparecem e somem com seu dinheiro ou não atualiza mais o curso, pois perdeu o fornecedor.Se você tem coragem de comprar nesses lugares, não precisa nem perder o seu tempo estudando para o concurso, pois você não vai passar. Já dei a dica, se quer embarcar nessa furada, é com os senhores.Se você quer ser enganado, paciência, pois tem pessoas que nasceram para serem perdedores.

Concurso Público é guerra!! É onde separa os homens dos meninos!

O que mais agrava a grave crise que o setor educacional para Concurso Público está passando?

Uma das coisas que vem agravando a crise dos cursos é a a alta quantidade de cursinhos preparatórios para Concurso Público. Nesse momento, já existem 167 cursos preparatórios no Brasil, esse setor literalmente gera muito dinheiro, mas os cursos não estão entrando em consonância entre eles. Uma das coisas que colaboram com esse incremento na quantidade de números dos cursos são esses contratos que existem de exclusividade de professores. Por que se o professor é bom, ele não pode ministrar aula em outro curso?Isso para mim é crime , é um Truste, assim um determinado grupo educacional manipula os preços, assim forçando os Concurseiros a pagar mais caro.

Infelizmente está havendo muito inchaço na quantidade de cursos, com isso, a cada mês que passa, entra um pelotão de professores despreparados no mercado. Não pense que só nos cursos pequenos que tem professores incapacitados, nos cursos de maiores prestígios também é corriqueiro professores de péssima qualidade. Do que adianta ser Juiz, Procurador da República, Delegado Federal, os chamados Estrelas, se não sabe ministrar uma aula no curso com excelência?É cada vez mais comum professores que tem muito prestígio na sua função pública, mas como docente é horrendo. Isso tudo,  parece que os cursos estão mais preocupados em ter no seu quadro profissionais que tenha mais Status do que dar oportunidade a pessoas que sabe usar com maestria a arte de passar conhecimento como um simples advogado, que nunca teve Carreira Pública .

No mercado tem que ter um redução drástica na quantidade de cursos, era para existir no máximo 10 cursos para Concursos Públicos na parte on line. Qualquer número acima disso, é exagero e desproporcional.

 

Então é isso aí, meus caros Leitores. Gostou? Compartilhe nas suas respectivas redes sociais e espero que todos tenham gostado do meu conteúdo.

 

Comentários

comentários

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.