Redação: o que esperar (em concurso público)

Tempo de leitura: 5 minutos

Um dos critérios de avaliação mais importantes em um concurso público é a redação. É uma parte fundamental do certame e merece a atenção do candidato. Mas, o grande questionamento existente entre as pessoas que ainda não realizaram concurso é sobre o que se deve esperar da redação.

A falta de experiência ou, muitas vezes, desconhecer o funcionamento da redação, pode ser algo que faça surgir dores de cabeça no candidato mais preocupado. Afinal, como devo escrever? De que forma posso impactar a banca no momento da avaliação? Dentre outras questões, estas surgem às vésperas do concurso público.

O que faz com que as pessoas tenham dificuldade de compreender o que é esperado delas na realização de um teste como esse é o fato de que poucas vezes em suas vidas se colocam na posição de produtores de conteúdo. É necessário que as pessoas se arrisquem mais na escrita, gostem de criar e elaborar textos.

Quanto mais essa atividade for praticada, mais facilmente os textos serão feitos. Além disso, ganharão mais qualidade e poder de se comunicar com os leitores da forma mais clara possível.

Aliás, é dessa forma que se identifica uma boa redação. Um bom texto deve prezar por oferecer ao leitor uma experiência diferente, deve oferecer a oportunidade de refletir sobre um determinado tema e impactar a vida daquela pessoa. Portanto, a leitura deve seguir uma linha clara, deve ser coeso e coerente.

Quando esses elementos são encontrados no texto, a leitura se torna mais prazerosa, as pessoas compreendem o que é passado com maior facilidade, se torna algo natural.

E para se tornar claro, as pessoas devem conhecer os princípios básicos da língua portuguesa. Aqueles elementos que facilitam o entendimento de terceiros, dos que não sejam os transmissores da ideia, e, talvez, nunca tenham tido contato com o tema antes.

Essas regras da língua portuguesa são técnicas que compõem a norma padrão, aquela que deve ser usada sempre na escrita. Quando escrevemos, é preciso que sigamos uma série de normas que irão fazer com que as pessoas interpretem o texto da forma mais real e fiel à mensagem que o escritor quis passar.

Isso só se consegue praticando, colocando a sua escrita em dia e consumindo conteúdos literários. Os livros são peças fundamentais para conhecer a boa escrita e melhorar o seu desenvolvimento.

Em suma, os avaliadores esperam que a sua redação tenha início, meio e fim; seja coesa e coerente; siga a norma padrão; tenha boa estrutura; sem erros ortográficos ou gramaticais; e tenha a capacidade de trazer uma mensagem e impactar as pessoas.

A estrutura da redação

Antes mesmo de escrever o seu texto, se mantenha atento ao que foi pedido no enunciado da prova. Muitas pessoas se perdem, justamente, nesse momento, o de compreensão do que de fato é exigido. De nada adianta ter a capacidade de criar um texto bom, se ele não diz o que deveria dizer. É importante se manter no caminho certo e não fugir do tema.

Todo bom texto é composto por início meio e fim: a introdução, o desenvolvimento do conteúdo e a conclusão. Portanto, você deve se atentar se a estrutura de seu texto segue esses termos. É importante seguir essa respectiva ordem também, a ordem dos três elementos nunca deve ser trocada ou invertida.

Na introdução, é feita uma primeira abordagem do tema. Nesse momento, se deve apresentar quais serão os elementos que irá trazer para o texto. Mostrar às pessoas o que pode se tornar uma problematização e introduzir o leitor, mesmo que lhe falte conhecimento, ao assunto proposto.

No momento de desenvolver o tema, você deve apresentar quais são os principais elementos de seus textos, quais as complicações que o tema pressupõe, o que pode parecer contraditório, é o momento de apresentar todos os argumentos que o fizeram escolher esse caminho.

É importante que essa etapa fique muito clara, que seja facilmente compreendida. Não se esqueça que está trazendo algo original, uma nova concepção e visão do tema (ao menos é isso que se espera na realização de uma redação de concurso público). Então, você deve se fazer entender de forma mais simples e fluente possível.

E, por fim, vem a conclusão do texto. É o momento de fechar o assunto que foi introduzido e depois desenvolvido. Na conclusão, você deve trazer as consequências decorrentes dos argumentos levantados em meio ao texto. Também é válido trazer possíveis soluções para os problemas apresentados.

O momento de conclusão, a parte final do texto, é o momento em que você dá o protagonismo para o elemento que julga ser o diferencial do texto e acaba por se posicionar sobre o tema.

Outras dicas que podem ajudar na elaboração de uma boa redação

A simplicidade e clareza no texto fazem toda a diferença no momento da avaliação. O fundamental, como dito anteriormente, é que as pessoas que leiam o texto tenham totais condições de compreender quais os seus principais elementos e o que está sendo discutido por quem redigiu.

E para que essa clareza e simplicidade fiquem evidentes, você deve evitar usar períodos longos ou palavras que sejam muito rebuscadas. Prefira escrever de forma prática e organizada, de maneira que facilite o entendimento do leitor. Uma boa opção é escrever as frases na ordem direta.

Você já ouviu falar em brainstorm, certo? Por mais que isso seja usado com mais frequência no mundo dos negócios, pode ser usado para a realização de sua redação também. Ele consiste em uma discussão que privilegie o surgimento constante de ideias, quase que uma chuva de ideias.

Em algum momento do processo de realização de seu texto, se permita abrir espaço para o surgimento de todas as ideias e coisas sobre o tema que lhe venha à cabeça naquele momento.

Anote todas essas ideias no rascunho e depois que tiver uma lista de elementos relacionados aquele tema, escolha alguns, entre 3 ou 4, para que eles deem estrutura ao seu texto. Escolha os melhores, os mais impactantes.

Comentários

comentários

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.