Tribunal de justiça: como se preparar para uma prova com 100 questões?

Tempo de leitura: 6 minutos


Reviewed by:
Rating:
5
On 26/06/2017
Last modified:26/06/2017

Summary:

Dentre todos os concursos públicos, aqueles que são realizados para o tribunal de justiça tendem a ser os mais concorridos. Isso é devido a todos os benefícios que são oferecidos para aqueles que são aprovados no processo seletivo. Porém, devido a sua grande concorrência é muito comum que suas avalições sejam provas com 100 questões ou mais.

Essas provas com 100 questões costumam assustar todos os concurseiros. Não só por devido a quantidade de questões que ela possui, mas também por ela ser uma ferramenta usada para auxiliar na convocação e aprovação de novos funcionários para os processos seletivos de concurso público que tendem a ser muito concorridos.

O tribunal de justiça

Desde o Brasil colonial sempre existiram órgão criados para aplicar e administrar a justiça perante as leis aqui instauradas. Com o decorrer dos anos, esses órgãos que faziam a administração foram recebendo vários nomes e outras alterações significantes para funcionarem no território brasileiro.

Foi em 1946 que adotaram a nomenclatura de tribunal de justiça para todos os tribunais estaduais do Brasil.

Para que pudessem funcionar de uma maneira descentralizada e sendo capaz servir justiça a todos os cidadãos brasileiros, foram espalhadas pelas cidades as câmaras regionais.

Para assegurar a ordem e o bom funcionamento, por meio de eleições secretas são eleitos aqueles que assumiram os cargos de diretoria. Esses cargos têm mandato de 2 anos e sem direito à reeleição.

Além dos cargos de juízes, que são os únicos que concorrem ao cargo de diretor, é importante saber que um quinto das vagas é direcionado para os advogados membros do ministério público. Por isso, para aqueles que desejam fazer parte desse coro, é necessário preparação e dedicação para ser aprovado nas provas com 100 questões que são aplicadas.

A organização do tribunal de justiça

Existem os juízes de primeiro grau, que são responsáveis por julgar e processar as ações de primeira instância. Para os casos que vão para segunda instancia, são os desembargadores que atual por votação, mantendo ou não as decisões da primeira instancia.

Ainda no tribunal de justiça existe o conselho de magistratura, que age por meio de ações de função disciplinar. Nele existe a hierarquia que vai do presidente, vice-presidente, segundo vice-presidente e corregedor.

E finalizando existe a corregedoria geral de justiça. Órgão interno que é encarregado de fiscalizar os processos de justiça, fiscalizando o andamento dos mesmos. Além disso, o corregedor pode agir em função de correição, com o auxílio de juízes assessores e auxiliardes.

Para qualquer uma dessas áreas, com exceção do um quinto direcionado aos advogados membros do ministério, é necessário o processo seletivo fazendo necessário o uso de provas com 100 questões ou mais, devido a necessidade de expertise nas áreas de direito para atuar em processos como juízes ou corregedores.

As temidas provas com 100 questões

Depois de ver com funciona o tribunal de justiça, se torna mais fácil entender o porquê ser feito um processo seletivo com uma prova com 100 questões. É necessário que o candidato se prepare para ela da melhor maneira para garantir sua vaga.

Apesar de serem temidas devido ao seu grande número de questões e o tempo disposto para realizar a avaliação, o edital de todos os concursos disponibiliza informações valiosíssimas para o candidato, que ele pode usar ao seu favor.

Essas informações podem ser desde o número de vagas disponibilizadas nesse processo seletivo, que com um número alto pode trazer certo alívio ao candidato, aos temas que são exigidos para realizar e conquistar a sua vaga nesse processo seletivo.

Normalmente, esses temas são separados por tópicos e podem ser desde matemática básica, leis específicas e suas aplicações à tópicos de informática. Ao saber o que se é pedido pode-se montar uma estratégia para se preparar e passar nessa prova com 100 questões conquistando assim a sua tão querida vaga no tribunal de justiça.

Se preparando para as provas com 100 questões

Uma dos tópicos mais importantes para uma estratégia feita para conseguir passar num processo seletivo do tribunal de justiça é a administração do tempo. Nem todo candidato tem um grande tempo livre para poder realizar seus estudos. E em uma prova com 100 questões, um bom estudo é o diferencial para conseguir conquistar a vaga.

Assim, sabendo que é necessária uma boa administração do tempo para conseguir passar no processo seletivo, é recomendável que o candidato guarde uma hora do seu dia antes de realizar as suas atividades principais de sua rotina. Reservar alguns minutos do almoço para leituras relacionadas aos temas da prova com 100 questões é uma boa estratégia.

Sabendo o tema do processo seletivo, para uma boa estratégia para aqueles que pretendem prestar concurso para o tribunal de justiça, dividir quais os temas precisão de mais atenção em seus estudos para lhe ajudar na sua administração de tempo e fortalecer os seus pontos fracos, garantindo assim mais chances de acerto nas provas com 100 questões.

Dividir essas matérias que você pode ter certa dificuldade pelo peso e importância na prova, pode ser outra boa estratégia para administrar melhor o seu tempo.

Além da questão de dividir o peso das matérias e administrar o tempo, se você possui tempo extra, é recomendável que sejam realizados alguns simulados. Especialmente com provas anteriores.

Os simulados são uma ótima estratégia para poder vencer essas provas com 100 questões. Com eles você consegue identificar as matérias mais importantes, administrar o tempo que tem não só para estudo, mas também para a realização da avaliação. E também ele ajuda a desenvolver autoconfiança em a prova, fazendo com que você consiga vários acertos.

Estando preparado

Depois de desenvolver toda a sua estratégia para a prova, chega a hora de enfrentar a todas as 100 questões dessa avaliação.

Então, lembre-se de relaxar e confiar na sua estratégia e em seus conhecimentos. Nesse ponto, todos os seus pontos fracos já foram extintos e você não tem mais dúvidas dos temas que caíram na prova. Então se concentre em conseguir responder a prova com 100 questões em tempo hábil e conquiste aquela vaga no tribunal de justiça.

 

Comentários

comentários

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.