Concurso Público: As dificuldades que você encontra quando você é pobre

Tempo de leitura: 6 minutos

O mais básico de tudo é a falta de dinheiro, não é? rsrs

O Concurso Público ainda é bem elitizado. A grande massa de aprovados são oriundos de classe média a alta

Concurso como Magistratura é praticamente raro, tendendo a zero os aprovados e classificados que são considerados de classe não tão privilegiada financeiramente.

Você sabia que o último concurso de Agente da PF, 94% das pessoas que tomaram posse tinham renda familiar acima de 4 mil reais?E o da PRF 91% e Técnico do INSS 87%?

Quando você é pobre, encontra muitas dificuldades.

Eu passei a minha infância no Capão Redondo, muita violência. Quando mais pobre você é, mais inveja existe das pessoas da mesma classe social.

Quem é rico está cagando e andando para o que você tem e deixa de ter. A galera de comunidade não, se você comprar uma geladeira de 2ª mão, nego já fica de olhão aberto. A inveja é uma coisa que pega, tem que se proteger.

Era ridicularizado porque eu estudava. Falavam que filho de pobre tem que trabalhar e não estudar.
_____________________________________________________________________
Mudando de assunto. O objetivo aqui é mais contar a minha experiência de vida atrelado ao concurso. Por isso que fujo ao tema proposto na Lide acima, rsrs

Tudo nessa vida, tem um destino, acreditando ou não. Se uma pessoa morre, não tem jeito, pois chegou a hora dela.

Vou até contar uma coisa engraçada. Minha mãe que é muito cética em relação as coisas, uma vez jogou búzios para mim.

Aí falou que o meu ODU era Obará. Vai ser aquele garoto pobre, que será muito ridicularizado, mas vai ser muito rico e todos aqueles que te ultrajaram vão ficar sem palavras.

Minha mãe questionava. Como? Não tínhamos nem o que comer. Era dias e mais dias fazendo farinha de casca e ovo para poder se alimentar. Carne de segunda, era um luxo, era só 1 dia no início de mês e olha lá? Nem privada tinha nada minha casa.

Minha mãe inocentemente comentava com as pessoas sobre o meu Obará e as pessoas se “divertiam” da “idiotice” dela. Como pode um gordinho, pobre, burro pra caramba, feio ser rico? rsrs

Meu Orixá de cabeça, Xangô. Homem da justiça, qualquer coisa administrativa que vou fazer vou galgar sucesso, principalmente em relação à magistratura e polícia judiciária.

Não tenho São Jorge, por isso como militar, fui um fiasco, fracasso literalmente.

Eu respeito todas religiões. Sei que jamais nenhum curso jurídico vai falar isso, mas acho importante você jogar búzios, com pessoas sérias e confiáveis, para ajudar no seu objetivo que você quer.

Se tem Xangô de frente, não tem jeito, você nasceu para ser funcionário público principalmente na área administrativa e qualquer coisa atrelada a justiça

Tem são Jorge? Cargo de Forças Armadas e da área tecnológica de TI.

Se não tem esses orixás acima, pense como alternativa em fazer alguma coisa sem ser concurso público. Não estou falando para deixar de estudar para concurso, muito provavelmente você tenha sucesso em outro ramo do que funcionário público.

Recomendo com veêmencia o jogo de búzios. Vai lhe dar um norte legal para direcionar o foco certo

Quem são meus Exus?Tenho 3 chefes de falanges.

– Marabô: Muito ligado a Xangô, é muito justo. Pessoas que tem ele, consegue muito dinheiro

-Zé Pelintra: Rei da malandragem. Sempre envolvido artimanhas e muitas mulheres. Geralmente homens que tem esse guia são compulsivos sexuais, ensandecidos  e leva as mulheres a loucura. É igual a mulher quando  Ser administrador do site www.concurseiropaulista.org e mais 5 empresas que tem mais de 500 funcionários, tem que ter muito, mas muito jogo de cintura, rsrs. Sempre envolvido envolvido em coisas ilegais ou não tão nobres (Por exemplo, sou dono de empresa de Cigarro e Cassino no Paraguai e dono de site de conteúdo pornográfico para adultos)

-Tranca Ruas abertura de muitos caminhos. Praticamente tudo que eu quero, consigo.

O meu Axé é muito, mas muito forte. Se aparece por exemplo, uma empresa que quer me processar ou alguém que quer me prejudicar? Ela definha, definha até virar pó. É extremamente perigoso e muito letal, por isso é importante sempre ficar na moita. Sou médio sensitivo, tenho lembranças de como foi as minhas últimas 17 encarnações com extremamente detalhe e sei o que vai acontecer nos próximos anos jurídicos. Eu não vou estar mais vivo em breve, entre Abril de 2018 até fevereiro de 2019, venho a óbito por morte em cima de alguma pedreira, como foi nas outras 16 vezes e não re-encarnarei mais, mas deixarei o legado e cumprirei a minha missão na terra. Terá outras pessoas tocando o nosso projeto que vai durar até 2027, portanto é idiotice querer tirar esse site do ar, que não vai sair.Só vai deixar de existir, pois não vai existir mais Concurso Público e tudo vai ser 100% privado em 2027 (ano na qual Bolsonaro vai ser eleito e essa será uma das primeiras medidas suas) e não vai mais fazer sentido existir esse site.

Tem cursos aí, com uma balançadinha para lá e para cá, fecha a porta do dia para noite, não é? rsrs É exatamente você que estou falando, vou ficar em silêncio e observando os acontecimentos.Tenho certeza que eles estão com o CU na mão, não tem ideia do que sou capaz de fazer. Vão ter que se defender perante a justiça por todos crimes que a PJ pratica e todos professores que são envolvidos em crimes na função pública ou civil.

Olha como os Odus, Orixás e os Exus formam o nosso ser? Bate exatamente ao que sou, ao que vivo.

-Ahhhh, isso é macumba, é coisa do demo.

 

Primeiramente a maldade é inerente de qualquer religião.

Semana passada, vi uma senhora que saiu de uma igreja evangêlica e chutou um cachorrinho só porque tinha lepra, pois estava com nojo.Eu peguei ele e estou cuidando dele.

Tem pessoas da Umbanda que fazem maldade direcionado para outras pessoas com Exus – povo de rua, mas o mais prejudiciado no final, é a pessoa que se utiliza desse subterfúgio para prejudicar os outros.

E a Igreja Católica? Quanta maldades através das Cruzadas e inquisições do pretérito?

 

Todas religiões tem seus pós e contras, por isso que não sigo nenhuma religião.O meu grande mestre é Deus e Jesus Cristo.

-Sou contra o sacrifício praticado pelo Candomblé de animais.

-Sou contra o famoso dízimo praticado por evangélico. Quer fazer caridade?Não dê dinheiro, mas sim alimento.Todo mês faço doação de 5 toneladas de alimentos. Quem tá com fome, não quer dinheiro, mas sim comer. A pessoas só querem pedir, quer prosperidade ,mas doar não.

– Não curto a igreja católica. Está muito ultrapassado os seus dogmas e as suas maldades praticadas no passado me estarrece . 

 

Concurso Público: As dificuldades que você encontra quando você é pobre
5 (100%) 2 votes

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.