O que fazer para melhorar sua memória

Tempo de leitura: 6 minutos

memória nunca se cansa por receber informações ou conhecimentos. E uma vez aprendido, não será esquecido. A memória é capaz de absorver tudo o que lhe é passada.  

Agora imagine, poder melhorar sua memória. Sim, é possível. Do mesmo jeito que há coisas nocivas, que prejudicam seu cérebro, também há como melhorar a sua memória. 

É através da memória que a gente consegue reter as ideias, as sensações, as impressões e as informações adquiridas ao longo do tempo, para que possamos usá-las quando quisermos. E o melhor de tudo, a nossa memória não tem limitação de espaço para guardar informações ou fatos. É uma fonte ilimitada de armazenagem. 

O fato de que, com o passar do tempo, as atividades cerebrais e a memória vão diminuindo, é muito por conta da não exercitação do cérebro, ou por maus hábitos mantidos durante a vida, tais como; 

  • Noites mal dormidas, que são prejudiciais aos neurônios; 
  • Consumo insuficiente de nutrientes para o funcionamento do cérebro; 
  • Alimentação não controlada e totalmente desregrada; 
  • Uso exagerado de tabaco; 
  • Ingestão excessiva de bebidas alcoólicas ou viciantes; 
  • Uso constante de drogas (entorpecentes ou fármacos). 

Você também pode ter lapsos de memória por falta de oxigenação no cérebro, consequência da falta de circulação sanguínea, que é um fator comum para a falta de concentração. Exercícios físicos ajudam a evitar esse problema, pois aumenta o fluxo sanguíneo, melhoram a função cardiovascular e ainda promovem o crescimento dos neurônios. Sem contar que amplia as conexões responsáveis pela memória. 

Logo, podemos dizer que praticar exercícios físicos regularmente não é bom somente para aperfeiçoar o condicionamento físico, ou a estética, também serve para melhorar a memória. Ajuda ainda a controlar a ansiedade e a depressão. Diminui o risco de desenvolver diabetes e a hipertensão, e reduz os níveis de colesterol, minimizando a agressão no cérebro. 

Praticando exercício físico, você libera substâncias como endorfina, seretonina e dopamina, melhorando o foco, a concentração e o raciocínio. 

O segredo para melhorar sua memória está ligado diretamente em treiná-la. Tudo que pode ser treinado pode ser melhorado. Funciona assim com todos os órgãos, inclusive com o nosso cérebro. 

O simples fato de deixar seu cérebro mais ativo, praticando exercícios mentais muitas vezes simples, aumenta a receptividade da memória em absorver mais conhecimento. 

Esses truques são utilizados por pessoas que querem ser aprovados em concursos públicos e também como uma artimanha para combater, por exemplo, o mal de Alzheimer, pois tendem a melhorar a capacidade cerebral, deixando-o mais ativo e saudável, prevenindo o ataque de doenças degenerativas. 

Como o nosso cérebro é totalmente mutável, suscetível a alterações, as mudanças de hábitos e atitudes podem melhorar o rendimento da memória, sendo necessário para isso, apenas o estímulo certo e continuado. 

 

Abaixo veja algumas dicas do que fazer para melhorar sua memória: 

  • Pratique jogos que estimule o cérebro, como jogo da memória, sudoku, palavras cruzadas. 
  • Monte quebra-cabeças várias vezes, começando cada vez por um ponto. Depois tente com a figura para baixo. 
  • Jogos de cartas também são estimulantes para a memória. 
  • Jogos que exigem definição de estratégia também auxiliam para melhorar sua memória, como xadrez, damas ou dominó. 
  • Desafios de perguntas e respostas, desenho ou jogo de mímica também são benéficos para manter o cérebro ativo. 

Esses jogos podem ser disputados online se não tiver parceiro, então não tem desculpa para não praticar. Alguns deles você pode encontrar em jornais ou revistas específicas. O importante é estar treinando constantemente seu cérebro. 

 

Outras pequenas ações do dia a dia também auxiliam no treinamento do seu cérebro e na melhora da memória: 

  • Tente contar quantas pessoas há de cada lado do ônibus ou do metrô. 
  • Faça uma visualização de um ambiente de depois, de olhos fechados, tente enumerá-los. 
  • Decore números de telefone mais usuais ao invés de só usar a agenda do celular. 
  • Ao assistir um filme, um desenho ou série, tente associar a voz a outro personagem. 
  • Monte uma lista de compras e faça sem conferir, averiguando somente antes de ir para o caixa. 
  • Leia um jornal (ou mesmo um site), e depois tente reescrever o título das notícias mais importantes. 
  • Mentalize e reconstrua mentalmente seu dia antes de dormir. 
  • Decore músicas e cante-as à capela. 
  • Interaja, pois a interação social e prazerosa também estimula o cérebro. 

 

Tudo o que incita o cérebro é bom. Você deve decorar os resumos do que estudou, ou trechos de livros ou filmes. Lembrar de frases célebres e por quem foi proferida. Todos esses exercícios mentais são excelentes para melhorar sua memória. Veja outras dicas: 

  • Para quem estuda em grupo, preparar e ministrar mini aulas auxilia na compreensão da matéria e a exercitar o cérebro. Às vezes o ambiente descontraído pode até proporcionar uma melhor absorção do conteúdo. 
  • Não faça nada estressado ou de mau humor, pois o resultado pode ser o inverso do que você busca. 
  • Procure associar figuras ou imagens a conceitos. Assim como na alfabetização, “Z” de zebra, “F” de faca, “D” de dado. 
  • Faça contas de cabeça, mesmo que casualmente. Some ou subtraia placas de carros. Calcule juros de contas, mesmo pagando-as em dia. Some suas compras e calcule o troco mentalmente. 
  • Lembre de pequenos detalhes através da projeção de acontecimentos importantes, como por exemplo: o que aconteceu quando você recebeu seu diploma, quem o entregou, quem estava presente, em que lugar estavam sentados os seus convidados. O que tinha na mesa, o que você comeu e bebeu na festa, as conversas que teve com os amigos, qual era o adorno do salão. Conseguindo focalizar cada pormenor você estará melhorando a sua memória. 

 

Você não pode esquecer que ter uma alimentação rica em vitaminas e nutrientes é outra forma de melhorar sua memória, além de evitar que ela entre em colapso.  

O consumo de espinafre, morango, aspargo, brócolis, feijão e soja, alimentos onde se encontra grande quantidade de vitamina do complexo B; salmão, azeite, nozes, linhaça, fontes de ômega 3; cenoura, milho, damasco, laranja, ricos em vitamina C e E, e oxidantes; e alimentos naturais que combatem os radiais livres são ótimos para a memória 

Assim como dormir bem, ter um sono com qualidade, que é muito importante para fixação das informações e conhecimentos adquiridos ao longo do dia. Vale até aquele cochilo depois do almoço. 

O que fazer para melhorar sua memória
Avalie esta postagem

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.